conecte-se conosco

Olá, o que procuras?

Pedro Correia nasceu em Portugal, mas é internacional pelo Catar
Pedro Correia nasceu em Portugal, mas é internacional pelo Catar
Pedro Correia nasceu em Portugal, mas é internacional pelo Catar

Futebol

Pedro Ró-Ró Correia, o português internacional pelo Catar

Pedro Correia, Ró-Ró para os amigos, nasceu no bairro do Casal de São José em Mem Martins, Sintra, e é atualmente é internacional pelo Catar. Esteve quase para abandonar o futebol, mas a crença e a fé fizeram-no concretizar o sonho de criança. E os resultados estão à vista, perto de uma dezena de troféus conquistados nos clubes, como na seleção do Catar. O próximo objetivo de Pedro Correia passa por estar no Mundial 2022 para se encontrar com a seleção portuguesa, e em particular com Cristiano Ronaldo.

A alcunha de Ró-Ró nasceu por causa da admiração que tinha, e tem, pela dupla brasileira Ronaldo e Romário.

Aos 7 anos começou a jogar no Mem Martins e rapidamente chamou a atenção do clube do coração – o Benfica. Esteve na formação dos encarnados durante cinco anos, tendo saído com a justificação de que era muito pequeno, não tinha corpo para ser defesa. Ainda passou, na qualidade de emprestado, pelo Estrela da Amadora e pelo Estoril. Aos 16 anos, viveu uma das maiores dores da vida, a morte da sua mãe. Fez-se “adulto à força”, e decidiu sair de casa para ir a tentar a sorte no Farense. Um colega avisou-lhe da possibilidade, e o jovem lateral direito não hesitou. Foi no Farense que se estrou no futebol sénior. De lá saiu para o Aljustrelense, no Campeonato de Portugal, e de lá para o Catar.

Como acontece o salto para o Catar?

Pedro Correia fez alguns jogos no Aljustrelense, e parecia estar tudo a correr bem. Pedro Russiano que jogava no Bahrein, indicou o seu nome a um empresário. Numa entrevista dada ao Diário de Notícias, em 2019, Ró-Ró conta que o empresário foi ver um jogo em que foi expulso, mas que apesar desse percalço, “disse-me que tinha uma oportunidade para mim. Financeiramente não era oásis, mas para quem vem de baixo era muito boa”. Após dois meses à experiência no Al Ahli, foi o escolhido para integrar a equipa principal do clube.

Após ter assinado contrato, deu rapidamente nas vistas e com várias críticas positivas na comunicação social. Ao fim de cinco anos muda-se para o Al Saad, onde foi treinado por Jesualdo Ferreira, e atualmente por Xavi com quem jogou antes do antigo capitão do Barcelona ter pendurado as chuteiras. Ao fim de seis meses no Al Saad, o presidente da federação do Catar fez-lhe o convite para que jogasse pela seleção. “E porque não?”, pensou Pedro Correia. “Estava há cinco anos, sentia-me bem, gostava do povo e era a oportunidade de jogar futebol ao mais alto nível, representar uma seleção e logo do país que ia organizar um mundial. Falei com a família e o empresário e naturalizei-me”, contou na referida entrevista o camisola 2 da seleção do Catar que pode jogar como defesa central, mas também como lateral direito.

B.I.

Pedro Correia nasceu a 6 de agosto de 1990, e conta já com mais de 60 internacionalizações e um golo pelo Catar. Tem 1,88 de altura e pode jogar tanto na posição de defesa central como de lateral direito. Desde 2010/11 a jogar no país árabe, Ró-Ró já jogou Al Ahli, e atualmente é titular no Al-Sadd. Em Portugal passou pela formação do Mem Martins, Benfica, mas também pelo Estrela da Amadora, Estoril, Farense e Aljustrelense.

Artigos que também podes gostar

Futebol

Dezembro chegou e trouxe com ele o espírito natalício com o Passatempo Magia de Natal! De 1 a 24 de dezembro, a bwin vai...

Apostas

A bwin chegou a Portugal a partir da compra através da Entain das licenças que a bet.pt possuí para operar em território nacional. Quer...

Futebol

O Newcastle foi adquirido recentemente pelo Public Investment Fund, liderado pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman. Segundo consta, tem uma fortuna...

Futebol

O Mundial de 1994 foi ficou na memória de todos, onde até uma peruca faz parte das histórias da competição. Mas não foi pelos...