conecte-se conosco

Olá, o que procuras?

Quem é o Ricardinho do futsal?
Quem é o Ricardinho do futsal?
Quem é o Ricardinho do futsal?

Modalidades Deportivas

Ricardinho, a lenda do futsal

Vamos apresentar-te o Ricardinho, a lenda do Futsal que nasceu em Gondomar, e hoje é conhecido e respeitado no mundo inteiro.

Ricardo Filipe Silva Duarte Braga, mais conhecido Ricardinho, e ganhou mais de 40 prémios individuais e coletivos no futsal. Agora, é um dos eternos capitães da seleção de Portugal e que ajudou a conquistar vários títulos.

A passagem pelo futebol

O pai de Ricardinho, que jogou futebol nas camadas jovens do FC Porto, trabalhava no Mercado Abastecedor e, quando os dragões jogavam em casa, tinha o filho a ajudar. Ao mesmo tempo que, jogava no Cerco, treinou à experiência nos azuis e brancos. A princípio, foi elogiado pela técnica e velocidade evidenciadas. Contudo, a altura era um “turn off”. Além disso, é nesta passagem que lhe chegam a chamar-lhe Maradona por ser baixinho e fintar tudo e todos. Porém, acabou por não entrar nas camadas jovens dos portistas, algo que o deixou frustrado e desligado durante meio ano do mundo da bola.

O “clique” para o Futsal

Por insistências de vários treinadores, voltou a jogar futsal no Gramidense, aos 17 anos, vestindo depois as camisolas do Miramar, Benfica, Nagoya Oceans, no Japão; CSKA Moscovo da Rússia; Interfútbol Sala, em Espanha; clube onde se consagrou, e o atual ACCS FC de França.

Unanimemente considerado como o melhor jogador português de sempre no futsal, foi eleito o Melhor do Mundo em 2010, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018. Além disso, é o primeiro, e único, português a ser distinguido com este prémio.

Iniciou a carreira no Gramidense, clube do qual se transferiu para o Miramar, isto já na condição de profissional. Imediatamente, deu logo nas vistas ao serviço da formação de Vila Nova de Gaia, e sem exitar o Benfica, equipa que acabava de começar um projeto na modalidade com o objetivo de acabar com a hegemonia do grande rival, o Sporting Clube de Portugal.

Benfica

Ganhou a alcunha de “Mágico”, por revelar, desde cedo, várias habilidades com a bola e torna-se no favorito dos adeptos. A primeira época no Benfica acaba mal, com o Campeonato 2003/2004 a ser perdido para o Sporting. A Taça de Portugal é conquistada pelo SL Olivais. Na UEFA Futsal Cup, no entanto, o Benfica, com Ricardinho em destaque, fez uma caminhada histórica até à final, onde perderia contra os espanhóis do Interviú por 5-7, no agregado das duas mãos.

Na época seguinte, conquista a “dobradinha”, vencendo o Campeonato Nacional e a Taça 2004/2005. Os leões ficaram no segundo lugar e o Boavista foi batido por 4-1 na final da “prova rainha”. Ao passo que, em 2005/2006, apesar da temporada começar bem, nenhum troféu foi conquistado.

Depois seguem-se três temporadas (2006/2007, 2007/2008 e 2008/2009), onde o Benfica, com Ricardinho, conquista a chamada hegemonia no futsal português. Soma aos 3 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal e ainda 2 Supertaças. Estava dado o mote para a aposta internacional que acabou por resultar em 2009/2010, com a conquista da UEFA Futsal Cup. Por outro lado, para além de Ricardinho, os encarnados tinham nas suas fileiras Arnaldo Pereira, Pedro Costa, Joel Queirós ou César Paulo, entre outros. Enquanto que, o treinador era o ex-capitão das águias, André Lima.

Aventuras no estrangeiro e um regresso

Após 7 épocas no Benfica, parte para uma aventura nos japoneses do Nagoya Oceans, onde vence dois troféus na época de estreia. Aliás, no primeiro jogo marcou 2 golos levando o público aos aplausos de pé.

Em seguida, já na época 2010/201, Ricardinho conquista dois títulos individuais. Primeiro, foi considerado o melhor jogador do campeonato japonês, e depois conquista o prémio Umbro Futsal Award, ou seja, é eleito como o melhor jogador do mundo.

Segue-se depois nova aventura, mas na Rússia, em 2011/2012, ao serviço do CSKA de Moscovo por empréstimo do emblema japonês. Aqui reencontra-se com Cardinal, colega na seleção de Portugal. Porém, as coisas acabam por não correr bem, e rescinde contrato com os russos para voltar ao Benfica em 2012. Da mesma forma, o objetivo, como da primeira passagem, era voltar a ganhar tudo. E consegue. Nova dobradinha, após vencer o Modicus na final da Taça de Portugal, por 2 a 1. Posteriormente, vence o Sporting na final do play-off do Campeonato. Logo depois, de concluído o empréstimo ao Benfica, regressa ao Japão para acabar a última temporada de contrato com o Nagoya Oceans. Nesse sentido, voltou a vencer o campeonato local, e despede-se em grande.

InterMovistar

Em 2013/14, regressa à Europa para competir na Liga espanhola de futsal. Jogou durante 7 temporadas pelo Interfútbol Sala, também conhecido por Intermovistar, considerado um dos melhores clubes de futsal do mundo.

Assim, durante esse tempo conquistou: 6 campeonatos, 3 Taças de Espanhas, 3 Supertaças e ainda uma Taça do Rei, mas também a UEFA Futsal Cup em duas épocas consecutivas (2016-2017 e 2017-2018). Em 2018, o Intermovistar sagra-se pentacampeão de Espanha, o 13.º da sua história. Ao serviço do Movistar, Ricardinho conquista o título de Melhor Jogador de Futsal do Mundo 5 vezes. 2014, 2015, 2016, 2017 e finalmente, 2018.

Portugal

Em síntese, pela equipa das quinas fez 187 jogos e marcou 141 golos, conquistando o Europeu em 2018 e o Mundial em 2021. Dessa forma, à semelhança do que aconteceu em 2018, também em 2021 foi-lhe atribuído o título de Melhor Jogador do torneio.

Artigos que também podes gostar

Futebol

Dezembro chegou e trouxe com ele o espírito natalício com o Passatempo Magia de Natal! De 1 a 24 de dezembro, a bwin vai...

Apostas

A bwin chegou a Portugal a partir da compra através da Entain das licenças que a bet.pt possuí para operar em território nacional. Quer...

Futebol

O Newcastle foi adquirido recentemente pelo Public Investment Fund, liderado pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman. Segundo consta, tem uma fortuna...

Futebol

Pedro Correia, Ró-Ró para os amigos, nasceu no bairro do Casal de São José em Mem Martins, Sintra, e é atualmente é internacional pelo...