conecte-se conosco

Olá, o que procuras?

Pelé e Eusébio conheceram-se no Mundial 1966.
Pelé e Eusébio conheceram-se no Mundial 1966.
Pelé e Eusébio conheceram-se no Mundial 1966.

Futebol

Eusébio recordado por Pelé

Eusébio e Pelé conheceram-se no Mundial de 1966. O Brasil, seleção bicampeã chegou a Inglaterra como uma das favoritas ao título. A única vitória brasileira aconteceu no primeiro jogo da fase de grupos frente à Bulgária por 2 a 0, com golos de Pelé e Garrincha. No encontro seguinte, a equipa comandada por Vicente Feola perdeu por 3 a 1 com a Hungria. Por isso, o duelo com Portugal era a última oportunidade para o Brasil chegar à fase seguinte.

O palco deste duelo foi o Goodison Park, em Liverpool, Portugal marcou primeiro por intermédio de Simões, aos 15 minutos da primeira parte. Antes dos 30, Eusébio fez o primeiro da sua conta pessoal e ampliou a vantagem lusa neste jogo. Aos 25 minutos do segundo tempo, Rildo marcou o golo dos canarinhos. Mas foi só isso. Pois nos minutos finais, o Pantera Negra voltou a marcar e sentenciou a eliminação brasileira.

Portugal continuou em prova, eliminando a Coreia do Norte nos quartis de final. Numa recuperação épica após Portugal sofrer 3 golos, sem resposta, nos primeiros 25 minutos. Eusébio voltou a ser o ator principal nesta partida, tendo marcado 4 golos em meia hora de jogo e liderado a equipa das quinas num encontro que terminou numa vitória por 5-3.

Na meia-final, o Pantera Negra voltou a marcar, mas Portugal foi eliminado pela Inglaterra de Bobby Charlton, por 2 a 1. A seleção anfitriã deste torneio viria a ser a campeã mundial após bater a Alemanha Ocidental na final. Portugal ficou no terceiro ao bater a União Soviética no “jogo da compensação”.

Pelé apelida o Pantera Negra por irmão

Foi precisamente no Mundial de 1966, Pelé conheceu o Eusébio e desde então tornaram-se grandes amigos. Foi através desta ligação que o “Rei” estabeleceu uma proximidade a Portugal. No final desse jogo, Pelé foi cumprimentar todos os jogadores da equipa das quinas, em jeito de reconhecimento pela superioridade lusitana. Pelé e o Brasil perderam, nesse dia, a possibilidade de voltar a ser campeão do mundo, mas ganhou uma amizade eterna com Eusébio. Nesse sentido, revelou que o tratava por irmão. “Ficámos amigos no Mundial de 1966, em Inglaterra. Eusébio foi e é dos melhores de sempre e fica muito à frente dos melhores da atualidade como Messi e Cristiano. Eu joguei com o Eusébio e isso nunca se esquece. Aliás é impossível”, afirmou Pelé.

Artigos que também podes gostar

Apostas

A bwin chegou a Portugal a partir da compra através da Entain das licenças que a bet.pt possuí para operar em território nacional. Quer...

Futebol

Dezembro chegou e trouxe com ele o espírito natalício com o Passatempo Magia de Natal! De 1 a 24 de dezembro, a bwin vai...

Futebol

O Newcastle foi adquirido recentemente pelo Public Investment Fund, liderado pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman. Segundo consta, tem uma fortuna...

Futebol

Pedro Correia, Ró-Ró para os amigos, nasceu no bairro do Casal de São José em Mem Martins, Sintra, e é atualmente é internacional pelo...